Nascimento de Jesus Israel Silva

ONDE JESUS NASCEU? JESUS DE NAZARÉ OU DE BELÉM?

ONDE JESUS NASCEU? JESUS DE NAZARÉ OU DE BELÉM?

O que o local onde Jesus nasceu pode nos revelar, sobre a natureza do acontecimento mais esperado do mundo? Jesus nasceu em Belém da Judeia, que fica no sul do país, nas montanhas de Israel, porém ficou muito mais conhecido como o Nazareno, ou seja, aquele que é de Nazaré, uma cidade da Galileia, ao norte de Israel.

Inclusive houve confusão entre os Judeus, que desconheciam o local do nascimento de Jesus, sobre a sua identidade Messiânica. Muitos se perguntavam, como Jesus podia ser o Cristo, se ele era chamado de Jesus de Nazaré? Acontece que as profecias previam que o Messias seria nascido na cidade de Belém, a mesma cidade de Davi.

Vamos ver esses versos:

Então muitos da multidão, ouvindo esta palavra, diziam: Verdadeiramente este é o Profeta.
Outros diziam: Este é o Cristo; mas diziam outros: Vem, pois, o Cristo da Galiléia?
Não diz a Escritura que o Cristo vem da descendência de Davi, e de Belém, da aldeia de onde era Davi?
Assim entre o povo havia dissensão por causa dele.
João 7:40-43

Belém é a cidade onde Jesus Nasceu

Belém é a cidade onde Jesus Nasceu.

E é essa a história que vamos explorar no nosso estudo bíblico de hoje. Vamos conhecer o local, onde se passa a história do nascimento de Jesus, e ver como a cidade de Belém revelava e também ocultava a identidade Messiânica do Mestre. Ocultava para os seus inimigos e revelava ao mesmo tempo, para aqueles que buscavam em sinceridade de coração, saber quem é Jesus.

Então vamos ao texto que inicia a história da Natividade, o Nascimento de Jesus – comemorado por homens e anjos. O mundo nunca mais seria o mesmo!

BELÉM, A CIDADE ONDE JESUS NASCEU

foto da cidade de belém atual, onde jesus nasceu

A Cidade de Belém, em que Jesus Nasceu, Está Sob Administração Palestina.

Atualmente, como podemos ver na foto acima, a cidade de Belém, o local do nascimento de Jesus, poderia ser um subúrbio de Jerusalém, ou mesmo um bairro de Jerusalém, devido à sua proximidade. É possível ir caminhando de uma cidade para a outra.

O único “porém”, que encontraríamos atualmente, é que Belém está sob a administração da Autoridade Palestina, e há um muro que a separa de Jerusalém. A cidade de Davi não é mais administrada pelos seus descendentes.

Já na época bíblica, Belém era uma cidade considerável, mas que para os nossos padrões, ela se assemelharia mais a uma vila, pois as cidades eram pequenas. Belém fica ao lado de Jerusalém, mas na parte ocidental, indo em direção ao mar Mediterrâneo.

E é de Belém que vem a família do grande rei Davi, iniciando com a moabita Rute, que se casou com Boaz, unindo-se ao povo de Deus. Mais tarde, dessa união surgiu o reino Davídico e o Messias de Israel, pois Jesus é da linhagem de Davi.

E todo o povo que estava na porta, e os anciãos, disseram: Somos testemunhas; o Senhor faça a esta mulher, que entra na tua casa, como a Raquel e como a Lia, que ambas edificaram a casa de Israel; e porta-te valorosamente em Efrata, e faze-te nome afamado em Belém.
Rute 4:11

e o Senhor lhe fez conceber, e deu à luz um filho…E deram-lhe o nome de Obede. Este é o pai de Jessé, pai de Davi.
Rute 4:13-17

O LOCAL ONDE JESUS NASCEU

a igreja da natividade em belém da judeia

A Igreja da Natividade, Foi Construída no Local do Nascimento de Jesus.

Geralmente, nos locais que têm importância para as histórias do Novo Testamento, foram construídas igrejas, a partir da cristianização do Império Romano, com Constantino.

Na foto acima, temos a Igreja da Natividade, construída para comemorar o nascimento de Jesus. Ela data do século IV, ou seja, trezentos anos depois de Jesus.

A imperatriz Helena, que era mãe de Constantino, pediu para que o Imperador construísse essas igrejas nos lugares especiais para os Cristãos. O historiador Cristão, Eusébio de Cesaréia, conta que esses prédios foram construídos em locais identificados pela tradição.

A igreja da foto acima, não é totalmente a “original” da imperatriz Helena, pois a igreja que ela construiu foi destruída pelos Samaritanos, em conflitos contra os Cristãos da época. Em 560 DC, o imperador Bizantino, Justiniano mandou reconstruir a igreja.

A PORTA DA HUMILDADE

a porta da humildade

A Porta da Humildade na Igreja da Natividade.

É uma porta muito pequena, em que tem que se abaixar para passar por ela, para poder entrar na igreja considerada sagrada, um lugar de humildade, pois foi onde, segundo a tradição Cristã, Deus se humilhou tornando-se um ser humano.

Então, para que os adoradores tenham uma atitude correta, já na entrada é necessário se “abaixar / humilhar”.

A GRUTA DA NATIVIDADE

a gruta da natividade, onde jesus nasceu

A Gruta da Natividade é o Lugar do Nascimento de Jesus, Segundo a Tradição Católica.

Na verdade, não se sabe o lugar exato do nascimento de Jesus, porém a tradição Cristã afirma que foi em uma caverna. Nessa foto acima, vemos um altar que foi construído em volta de uma caverna aberta na rocha. Logo abaixo vou reproduzir o interior dessa gruta, com mais detalhes.

o altar da natividade

A Caverna Onde Jesus Nasceu Se Tornou em Um Altar Católico.

A VISÃO TRADICIONAL DA NATIVIDADE

a visão cristã do nascimento de jesus

A Visão Tradicional do Nascimento de Jesus.

Repare nessa foto acima, que essa certamente é a imagem típica que retrata o nascimento de Jesus e a festa do natal, no nosso mundo ocidental. Veja que aparecem três camelos, três reis magos, apesar de a Bíblia não relatar quantos eram os Magos / Sábios do Oriente, e nem dizer que eram reis.

Essa interpretação Cristã advém do texto que menciona três presentes. Então associou-se “três presentes” com “três reis magos”, o que não necessariamente foi assim.

Vemos também o local onde está José e Maria, já prestes a ter o bebê. Repare que é um local aberto, muito semelhante a um estábulo, o que difere muito da Tradição Oral mostrada acima, a tradição contada de pessoa a pessoa através do tempo, que relata o nascimento de Jesus em uma gruta ou caverna. Veja mais uma imagem abaixo:

o presépio onde jesus nasceu

O Presépio é Um Estábulo, Tradicionalmente o Lugar onde Jesus Nasceu.

Será que essa é uma imagem correta?

NÃO HÁ LUGAR NA HOSPEDARIA

E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.
Lucas 2:7

A palavra “manjedoura”, vem do original Hebraico אֵבוּס EVUS, que significa “calha de alimentação para o gado“, mas não é como um “cocho de madeira” que conhecemos atualmente. Essa calha era feita de pedra, como podemos ver na imagem abaixo:

a manjedoura onde jesus nasceu

A Manjedoura Onde Jesus Nasceu Era Uma Calha de Pedra.

Normalmente, nessa região não há muito gado bovino, pois a maioria é de ovinos, ovelhas e cabras. Então, uma manjedoura era um lugar onde se colocava comida para os animais, podendo incluir até camelos.

E a hospedaria ou estalagem? Era separada dos animais?

As casas típicas da região da Judéia, na época de Jesus, eram feitas de pedra com dois compartimentos:

  • O compartimento inferior – era onde ficavam os animais (para evitar roubo e para protegê-los do clima frio a noite); e
  • O compartimento superior, onde ficavam os seres humanos.
a casa típica do primeiro século com dois pavimentos

As Casas da Época de Jesus Tinham Dois Pavimentos. O Curral dos Animais Ficava no Piso Inferior.

Provavelmente, como não havia lugar na parte superior de uma dessas casas, porque era época do recadastramento e a cidade deveria estar cheia, Jesus e Maria ficaram na parte de baixo, junto com os animais, mas dentro da casa.

Na verdade, não se sabe se havia animais ali, naquele momento. O texto não menciona, mas é bem possível. Abaixo reproduzo uma foto recente de uma casa que talvez se aproxime das construções da época do nascimento de Jesus.

casa de pedra da região de belém da judéia

Cabras e Ovelhas Próximas a Uma Casa de Pedra em Belém, Uma Região de Pastores.

QUANDO JESUS NASCEU?

De acordo com a tradição Cristã, que é bem posterior ao nascimento de Jesus, a tradicional e famosa data para a comemoração do nascimento do Mestre é em 25 de dezembro. Mas historicamente falando, é bem provável que Jesus tenha nascido no dia vinte e cinco de dezembro.

Muitos estudiosos vão dizer que essa identificação, da data do nascimento de Jesus, começou com com o imperador Constantino, quando houve a cristianização do Império Romano. E uma das datas mais importantes para aquele império, e para a religião pagã, era o vinte e cinco de dezembro.

Nesta data, ocorria o solstício de inverno no hemisfério norte, quando o sol estava mais afastado da terra, e se tinha o dia mais curto do ano, e consequentemente, era a noite mais longa do ano. Fazia-se rituais do renascimento do sol, quando se acendiam luzes de velas (luzes do natal?), tochas e fogueiras (festa junina?).

Então, essa data era muito importante para as religiões pagãs do império, e, segundo essa visão, foi atribuída ao nascimento de Jesus, pelo imperador Constantino, quando o Cristianismo se tornou bem aceito pelos cidadãos do Império Romano.

Eu particularmente discordo dessa interpretação, e acho que não passa de coincidências. Acredito realmente que Jesus nasceu em 25 de dezembro, ou em uma data próxima a esta, com uma diferença no máximo de alguns dias.

Muitos também argumentam que Jesus não poderia ter nascido em dezembro, porque era inverno no hemisfério norte. O ponto principal, é que não sabemos a data correta. Sabemos, mais ou menos o ano, que também é objeto de debates.

Isso porque Lucas e Mateus (os únicos Evangelhos que contam a história do nascimento de Jesus), afirmam que o rei Herodes era o governador da Judéia, na época em que Jesus nasceu. Herodes é quem manda matar os bebês inocentes, e que recebe os reis magos.

E sabemos pela cronologia da história romana, que Herodes o Grande morreu aproximadamente no ano quatro antes de Cristo (AC). Mas como Herodes morreu 4 anos antes de Cristo, se o texto bíblico nos fala que Herodes morreu depois de Jesus nascer?

ANTES DE CRISTO E DEPOIS DE CRISTO

Veja bem; essa nomenclatura de Antes e Depois de Cristo, não existia na época de Jesus. AC – Antes de Cristo, e DC – Depois de Cristo, é uma invenção Cristã, criada pelo Monge Dionísio Exiguus, para dividir o tempo, que só começou a aparecer por volta do sexto século.

Mas Dionísio errou nos seus cálculos, e colocou a morte de Herodes 4 anos atrasado. Essa é a fonte do problema. Por isso, Como não é possível mudar todas as datas da história do mundo, por causa desse erro,  diz-se que Jesus teria nascido bem antes do ano 01, aproximadamente de 04 a 06 anos “Antes de Cristo”.

POR QUE JOSÉ E MARIA VÃO PARA BELÉM?

mapa, josé e maria saem de nazaré para belém

Mapa: José e Maria Viajaram de Nazaré para Belém da Judeia.

O Recenseamento de Cesar Augusto:

E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse
(Este primeiro alistamento foi feito sendo Quirino presidente da Síria).
E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.
E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi),
A fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
Lucas 2:1-5

Muitos afirmam que Cesar Augusto nunca decretou um censo no império Romano. Sabe-se porém, por meio de dados históricos que houve sim, três recenseamentos dos cidadãos Romanos:

  1. Em 726, desde a criação do império Romano – que no nosso calendário, o Gregoriano, vai se posicionar em 28 Antes de Cristo;
  2. Em 746, desde a criação do império Romano – o que equivale no nosso calendário ao ano 8 Antes de Cristo (provavelmente seja esse o recenseamento de José e Maria) ; e
  3. Em 767, desde a criação do império Romano – o equivalente ao ano 14 Depois de Cristo .

É possível ver claramente, que a diferença entre esses recenseamentos foi na média, de 20 anos. Ou seja, eram realmente feitos para se colher dados estatísticos da população, como o IBGE faz no Brasil a cada vinte anos.

Tácito, historiador e político romano do primeiro século, cita que esses censos eram para levantamento das possessões do império, na sua obra Anais 1:11. Tácito afirma ainda que estes dados ficavam registrados em um livro chamado Breviarium Imperii, “Estatísticas do Império“.

O livro Ellicott’s Commentary for English Readers, relata que após a morte de Augustus, foi apresentado um documento, o Breviaruim, compilado pelo imperador romano, que atesta que foi decretado por Augusto um censo, em forma de decreto, um pouco antes da morte de Herodes, justamente como Lucas 2:1 havia dito.

O historiador Flávio Josefo, no seu livro Guerras dos Judeus, 1º livro 27, parágrafo 2º,  também descreve uma agitação entre  os judeus, que pode ser atribuída a este decreto de contar a população judaica.

E não é de se surpreender que o censo fosse feito da forma “cada um na sua própria cidade”! Houve também um decreto, datado de 104 Depois de Cristo (DC), o Censo de Gaius Vibius Maximus, prefeito do Egito, que diz:

Tendo chegado o momento de realizar o censo de casa em casa, é essencial que se requeira que aqueles que residam fora de suas províncias, que retornem às suas casas, para que cumpram o que requer integralmente a ordem do censo…

John McRay, Archaeology and the New Testament, 1991, pg. 155.

No livro, comentário da Bíblia, Cambridge Bible for School and College, o autor afirma que  “Este método de inscrição foi uma concessão aos conceito judaicos, pois o método romano era inscrever cada pessoa no seu local de residência“.

Ou seja, o censo feito em Israel era diferente de todo o restante do império romano, pois os judeus tinham uma ligação tribal muito forte, e o senso era de acordo com a cidade de origem das famílias patriarcais, judaicas.

Mas esse decreto ocorreu para que se cumprisse a profecia de que o Messias seria da descendência e da cidade de Davi:

E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.
Miquéias 5:2

RESUMO DA NATIVIDADE NOS EVANGELHOS

  1. José e Maria vivem em Nazaré;
  2. O anjo Gabriel anuncia o nascimento do Messias à Maria (Anunciação);
  3. A família retorna à terra ancestral de José, Belém, por causa do censo de Quirino, governador da Síria;
  4. Após a família ser registrada, eles decidem ficar em Belém porque Maria está prestes a dar à luz, impossibilitando o retorno à Nazaré;
  5. O Jesus nasce em Belém;
  6. Porque não há lugar na hospedaria, ele é colocado em uma manjedoura;
  7. Pastores apascentando suas ovelhas no campo próximo à Belém, visitam a manjedoura;
  8. O bebê é circuncidado ao oitavo dia e recebe o nome Jesus;
  9. Ao retornarem para Nazaré, a família pára em Jerusalém para apresentar o bebê no templo;
  10. A proclamação de Simeão e Ana;
  11. A família retorna para Nazaré;
  12. Aos 12 anos, ao final da Páscoa, Jesus permanece em Jerusalém para ensinar no templo.

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

3 Comentários