Nascimento de Jesus Israel Silva

O Aniversário de Jesus Cristo Deve Ser Comemorado? | Estudo Bíblico

O Aniversário de Jesus Cristo Deve Ser Comemorado? | Estudo Bíblico

Quando o fim do ano se torna próximo, muitas pessoas começam a fazer a contagem dos dias de forma regressiva, usando o natal, a data para o aniversário de Jesus como referência, “…faltam 60 dias para o Natal…”.

É curioso o fato de pensarmos no Natal, em 25 de dezembro, como o dia do aniversário de Jesus, pois provavelmente Ele não celebraria o Seu nascimento.

Os Judeus do primeiro século não tinham por costume celebrar o dia em que nasceram. As festas bíblicas, e o cumprimento dos mandamentos previstos da Lei, eram objetivos maiores que a sociedade Israelita tinha em mente, quando pensavam em celebrações.

Além disso, eles associavam a comemoração de aniversários, como um costume do Egito, conforme lemos no Gênesis, que Faraó comemorava o dia do seu nascimento:

E aconteceu ao terceiro dia, o dia do nascimento de Faraó, que fez um banquete a todos os seus servos…
Gênesis 40:20

Jesus era Judeu, por esse motivo, cresceu nesse ambiente onde a comemoração anual de aniversários pessoais ficava relegada ao segundo plano.

O aniversário de Jesus

Mas mesmo que o aniversário de Jesus não fosse algo que tradicionalmente seria comemorado com festas, no estilo que fazemos atualmente, provavelmente não deixaria de ser um dia especial na vida Dele e dos demais Judeus.

O dia do aniversário dos Judeus, era uma dia geralmente dedicado ao jejum e à oração. Os Judeus mais fervorosos em sua fé (como Jesus era), praticavam ainda mais a caridade, o amor e ajuda ao próximo. Eles entendiam esse dia como uma oportunidade de ajudar mais as pessoas.

Acreditavam nesse dia poderiam servir de canal de bençãos, por que Deus tinham uma benção especial para os aniversariantes, e procuravam “distribuir” essas bençãos aos seus parentes e amigos mais próximos.

Essa crença surgiu da interpretação do texto do livro dos Salmos, no capítulo 2, versículo 7:

…o Senhor me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei.
Salmos 2:7

Se bem que esse Salmo é uma profecia que fala do “aniversário” de Jesus, mas os demais Judeus aplicavam para todos, como se no dia da “geração” de cada um deles, Deus tivesse uma atenção especial e individual.

Como podemos ver, o aniversário de Jesus não era considerado como uma data de festa, nos moldes que fazemos nos dias de hoje, porém havia sim um sentimento de reflexão nesse dia, e um sentimento de que Deus criou cada um com um propósito único.

Os outros aniversários de Jesus

Por meio das tradições Judaicas, muito provavelmente Jesus teve outras datas comemorativas, que tem de alguma forma ligações com o Seu aniversário.

Aos oito dias de nascido, Jesus foi circuncidado, o que era motivo de festa na Sua família.

Depois Jesus foi levado ao Templo, em Jerusalém, onde foi apresentado, e oferecido a oferta pelos varões nascidos em Israel, o que era outra oportunidade de haver festa.

Outra data comemorativa está registrada na Bíblia, no Novo Testamento, quando o Evangelho de Lucas nos informa que aos doze anos, Jesus, juntamente com Sua família, foi à Jerusalém.

E, tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa.
Lucas 2:42

Os Judeus comemoram os doze anos do menino, com uma festa semelhante a festa de um aniversário. É a partir desta idade que o menino Judeu passa a ter a sua “maior idade espiritual”, ou seja, ele passa a ter a responsabilidade de cumprir os mandamentos da Lei de Deus, prescrita na Torá.

É feita uma festa chamada de Bar Mitzvah para os meninos. As meninas fazem o Bat Mitzvah. Os aniversariantes fazem a aliyah, ou seja, sobem à Bimah, ao “púlpito” para ler a Parashá (uma parte da Lei).

A Bíblia relata que Abraão deu uma festa, quando Isaque foi desmamado:

E cresceu o menino, e foi desmamado; então Abraão fez um grande banquete no dia em que Isaque foi desmamado.
Gênesis 21:8

Os Judeus também fazem festa aos três anos de vida, quando o cabelo do menino é cortado pela primeira vez.

O aniversário de Jesus não era tradicionalmente comemorado devido às tradições e o ambiente religioso em que Ele cresceu, porém não há nenhuma proibição bíblica que impeça a comemoração de aniversários.

No dia 25 de dezembro, se comemora o nascimento de Jesus, entretanto a que se saber que essa comemoração é deveras simbólica, pois Jesus é o Eterno, Ele é Deus que se fez como um de nós, e veio cumprir a missão da salvação da humanidade.

Portanto, Ele já existia muito antes de haver mundo. Que o aniversário de Jesus Cristo possa servir de um dia de reflexão sobre a nossa salvação, e sobre o amor de Deus que não poupou a si mesmo, mas se entregou por nós na cruz.

Que venhamos também a praticar a caridade, a ajuda e o amor ao próximo. Que haja orações, intercessões, e pregação do evangelho. Lembre-se que o aniversário de Jesus não é desculpa para bebedeira e glutonaria.

Temos que estar atentos ao verdadeiro significado do Natal.

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!