Nascimento de Jesus Israel Silva

Almah, Betulah e Parthenos em Isaías 7:14 a Virgem Conceberá?

Almah, Betulah e Parthenos em Isaías 7:14 a Virgem Conceberá?

Jesus nasceu de uma virgem? Há alguma profecia que previa o nascimento virginal de Jesus? Qual termo é usado para a palavra virgem, no original Hebraico de Isaías 7:14? Há atualmente muita gente afirmando que o nascimento de Jesus é uma fraude inventada pelos Cristãos, por usarem uma palavra que não significa virgem, no original. Seria essa acusação verdadeira?

Vamos ver esses versos neste Estudo Bíblico, e depois veremos também os originais em Hebraico Bíblico, para podermos tecer os comentários pertinentes e esclarecer essa passagem tão importante para a edificação da fé de todos aqueles que ainda tem dúvidas. Acompanhe:

Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem [הָעַלְמָה haAlmah] conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. Isaías 7:14.

E no Evangelho de Mateus nós lemos:

Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz;
Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco. Mateus 1:22,23

Almah e Betulah

Mateus Aplica o Texto de Isaías 7:14 a Jesus. Virgem é Almah ou Betulah, ou Ainda Parthenos.

Esse verso de Isaías é normalmente aplicado como referência ao nascimento de Jesus. E o que notamos, é que a palavra original para o termo virgem, é Almah em Hebraico. E tem sido sugerido, por muitos “estudiosos”, (inclusive pela minha ex-professora de Hebraico, que é Judia Ortodoxa), que a palavra Almah significaria apenas “jovem mulher”, e que se Isaías quisesse mesmo se referir a uma virgem, teria ele usado a palavra Betulah.

E o que seria uma Almah? E por qual motivo Isaías utiliza da palavra Almah, ao invés de Betulah?

Almah significa uma jovem solteira, em que uma de suas características é a virgindade. Não há passagens bíblicas, onde o termo Almah se refere a uma mulher que não é virgem. Veja a passagem de Gênesis 24:43:

Eis que estou junto à fonte de água; seja, pois, que a donzela [ הָעַלְמָה haAlmah] que sair para tirar água e à qual eu disser: Peço-te, dá-me um pouco de água do teu cântaro; Gênesis 24:43

Aqui o termo Almah é inclusive traduzido como donzela (jovem virgem). Veja outra referência no livro de Cânticos:

Suave é o aroma dos teus ungüentos; como o ungüento derramado é o teu nome; por isso as virgens [עֲלָמוֹת Almôt] te amam. Cânticos 1:3

Aqui o termo é Almôt, que é a forma plural de Almah, significando virgens. Agora, compare com o texto de Gênesis 24:16:

E a donzela era mui formosa à vista, virgem [בְּתוּלָה Betulah], a quem homem não havia conhecido; e desceu à fonte, e encheu o seu cântaro e subiu. Gênesis 24:16

Veja que os termos para a palavra “virgem” são intercambiados nos textos bíblicos. Tanto Almah quanto Betulah são sinônimos poéticos, formando pares chamados de paralelismo.

O Dr. Cyrus Herzl Gordon (arqueólogo e hebraísta), no seu livro Ugaritic Literature, 1949, páginas 63-64, relata que foram encontrados tabletes de barro na cidade de Ugarit, em que o termo Almah é usado em paralelismo com Betulah e ambos significam Virgem.

Assim sendo, o Novo Testamento traduzindo Almah como virgem para Isaías 7:14 se baseia em uma interpretação Judaica antiga, que nasceu para precisamente esta fórmula de anunciação, de um texto que não é apenas anterior ao de Isaías, mas é pré-mosaico, na forma que agora o temos em um tablete de barro. Cyrus H. Gordon, Ugaritic Literature.

Virgem B’Tulta em Aramaico e Parthenos na Septuaginta

E podemos ter uma boa noção de como essas palavras eram entendidas, pelos antigos Hebreus / Judeus, se olharmos para as versões também antigas do livro do Profeta Isaías.

O Antigo Testamento em Aramaico, por exemplo, que é mais conhecido como a Peshitta Tanakh, foi traduzido do Hebraico para o Aramaico por volta do 1º século. A Septuaginta, que é a versão do Antigo Testamento na língua Grega, data de aproximadamente o 3º século antes de Jesus.

Então, a Peshitta Tanakh traz Isaías 7:14 assim:

Eis que a virgem [בּתוּלתָּא B’Tulta] conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. Isaías 7:14.

A palavra Aramaica B’Tulta significa “virgem”, e não somente uma “mulher jovem”. Veja que essa versão de Isaías em Aramaico, foi escrita quando ainda nem se pensava em Cristianismo. Da mesma forma, a Septuaginta foi traduzida para o Grego quando ainda nem se sonhava em haver o Cristianismo. Vamos ver como a Septuaginta traz esse verso.

Eis que a virgem [παρθένος Parthenos] conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. Isaías 7:14.

A palavra Grega παρθένος Parthenos significa “virgem”. Ambas as testemunhas mais antigas da Bíblia, a Peshitta e a Septuaginta entendem a palavra ALMAH como “virgem”. E ainda há diversos hebraístas, como o PhD Cyrus H. Gordon, que citei mais acima, homem respeitado até pelo New York Times, que não creem em Jesus mas atestam que ALMAH significa sim “virgem”.

E é dessa forma que o Novo Testamento apresenta o nascimento de Jesus. A Peshitta do Novo Testamento, traz em Aramaico a palavra B’Tulta, e em Hebraico traz Betulah, para dizer que Jesus nasceu milagrosamente de uma virgem, fruto do Espírito Santo.

Esse é o escândalo que o homem comum não entende, pois é somente para aqueles que recebem essa revelação do Espírito de Deus. É necessário humildade para compreender as coisas espirituais.

E é natural que Jesus tenha nascido de uma virgem, pois desde o Gênesis, a promessa é que o Salvador nasceria da semente da mulher, não do homem.

Mas esse é um estudo que faremos no futuro, quando estudarmos a queda do homem. Shalom, fique na Paz do Senhor Jesus, o significado do nome Emanuel, Deus Conosco!

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos e Pregações Evangélicas Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!