milagres Israel Silva

A Filha de Jairo | Talita Cumi | Estudo Bíblico

A Filha de Jairo | Talita Cumi | Estudo Bíblico

É uma linda história, a passagem que relata ressurreição e cura, quando Jesus dirige Suas palavras (talita cumi), para a filha de Jairo. Este milagre está registrado em três dos quatro Evangelhos, Mateus 9:18-26, Marcos 5:22-43, Lucas 8:41-56.

Anteriormente, Jesus havia curado o paralítico de Cafarnaum, e libertado o endemoninhado Gadareno. Depois, estava ensinando aos Seus discípulos e uma grande multidão, bem junto ao mar da Galileia (o local onde acalmou a tempestade).

E enquanto ensinava, de repente, chegou um homem até Ele, quem os Evangelhos de Marcos e Lucas chamam de Jairo, e afirmam que ele era um dos principais da Sinagoga da cidade.

E eis que chegou um dos principais da sinagoga, por nome Jairo, e, vendo-o, prostrou-se aos seus pés,
Marcos 5:22

Lucas registra que ele tinha uma filha de quase doze anos, e que estava à beira da morte:

Porque tinha uma filha única, quase de doze anos, que estava à morte. E indo ele, apertava-o a multidão.
Lucas 8:42

E logo após a narrativa sobre a filha de Jairo é brevemente interrompida, pois foi nesse caminho que se dá a cura da mulher do fluxo de sangue, que também sofria por doze anos.

Os doze anos da filha de Jairo, e os doze anos da enfermidade da mulher do fluxo, são alegorias que apontam para as doze tribos de Israel, que estavam “doentes“, “enfermas“, e “à beira da morte“, na sua religiosidade, sem compreender com clareza as Escrituras, e desconhecendo o Messias Jesus.

Mas sobre a apostasia que se abatia sobre os Israelitas daquela época, falaremos em um outro estudo bíblico. Por agora, vamos entrar em mais detalhes sobre a vida dos personagens desta que é uma das mais lindas passagens do Novo Testamento.

Quem era Jairo?

O Evangelho de Marcos e Lucas, em Hebraico, (na versão da Peshitta) descrevem Jairo com as palavras רֹאשׁ בֵּית-הַכְּנֶסֶתrosh beit hakenesset“, que normalmente são traduzidas como, “principal/chefe da Sinagoga”.

Entretanto, o termo הַכְּנֶסֶת “haknesset“, também significa “assembléia” (reunião do povo), que ainda hoje é o nome do Parlamento Israelita, onde os “Deputados” elegem o Primeiro Ministro do País.

Por isso, no original Hebraico, no Evangelho de Mateus do manuscrito de Shem Tov, a palavra usada, para descrever Jairo, é o termo שָׁר “Sar”, que significa “Ministro/Oficial“.

Segundo os historiadores Hayes e Miller, desde o império Persa a Judeia foi dividida em nove distritos, que ficavam sob o comando de um Oficial/Ministro/Líder, chamado שָׁר “Sar”, em Hebraico. Podemos ver essa divisão com Neemias, na volta dos Judeus do exílio da Babilônia, e ainda debaixo do domínio Persa.

וְאֵת שַׁעַר הָאַשְׁפּוֹת הֶחֱזִיק מַלְכִּיָּה בֶן־רֵכָב שַׂר פֶּלֶךְ בֵּית־הַכָּרֶם

E a porta do monturo reparou-a Malquias, filho de Recabe, líder [שָׁר “Sar”] do distrito de Bete-Haquerém…
Neemias 3:14

E cada um dos nove distritos foi subdividido em “metade-distrito”/”meio-distrito”, em que era também comandado por um Oficial/Ministro/Líder, chamado שָׁר “Sar”, conforme relatou o mesmo Neemias.

וְעַל־יָדָם הֶחֱזִיק רְפָיָה בֶן־חוּר שַׂר חֲצִי פֶּלֶךְ יְרוּשָׁלִָם׃

E ao seu lado reparou Refaías, filho de Hur, líder da metade [שַׂר חֲצִי “Sar hatsí”] de Jerusalém.
Neemias 3:9

Assim, segundo o relato de Mateus, podemos concluir que Jairo era mais do que um líder da Sinagoga local. Ele era um Oficial administrativo, que comandava um distrito, e organizava/chefiava a reunião do povo daquela localidade.

E os Evangelhos são unânimes em afirmar que Jairo não se importou com a posição elevada que ocupava na administração pública, pois ao chegar diante do Mestre, se prostrou e o adorou.

O termo usado foi וישתחוהו “vaishtachavêú”, “e o adorou“.

A filha de Jairo morre

O Ministro roga a Jesus que vá a sua casa, e imponha as Suas mãos sobre a menina, para que ela viva. Ele tem fé, ele confia que o Mestre tem o poder de curá-la. Mas há obstáculos no caminho. Uma grande multidão apertava e oprimia a Jesus e Seus discípulos.

No meio da caminhada, chega a notícia de que a filha de Jairo já havia falecido:

Estando ele ainda falando, chegaram alguns do principal da sinagoga, a quem disseram: A tua filha está morta; para que enfadas mais o Mestre?
Marcos 5:35

Que grande desafio para a fé de um pai aflito, pois o seu maior temor acabara de acontecer. A dor de ver um filho, ou uma filha, sofrendo enferma, e vindo a falecer ainda muito nova, é algo que não consigo nem mesmo imaginar.

Foi uma dura provação, e um golpe muito forte na fé do líder do Parlamento da cidade. O diferencial nesta história é que ao lado dele estava Jesus, que imediatamente lhe disse:

E Jesus, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente.
Marcos 5:36

Agora a missão do Mestre havia se tornado diferente. Jesus sabia que estava para manifestar muito mais da Sua glória e do Seu poder. Por isso, não permitiu que muitos fossem com Ele, a não ser os escolhidos, que herdariam o Sacerdócio de Cristo (segundo a ordem de Melquisedeque).

E não permitiu que alguém o seguisse, a não ser Pedro, Tiago, e João, irmão de Tiago.
Marcos 5:37

A casa de Jairo

E Jesus, chegando à casa daquele chefe, e vendo os instrumentistas, e o povo em alvoroço,
Mateus 9:23

Ao chegar na casa, Jesus viu que os familiares já tinham chamado os responsáveis por realizar a cerimônia do funeral da filha de Jairo. Por ser um homem importante, havia instrumentistas, e muita gente importante presente.

O Mestre, semelhante ao ocorrido no monte Sinai, começa a demarcar o espaço para a manifestação da Sua glória.

Disse-lhes: Retirai-vos, que a menina não está morta, mas dorme…
Mateus 9:24

A glória de Deus, embora seja benéfica para os que creem, e fonte de vida, pode se tornar em desgraça e morte para os que não creem.

Para estes certamente cheiro de morte para morte; mas para aqueles cheiro de vida para vida. E para estas coisas quem é idôneo?
2 Coríntios 2:16

Conforme a ordenança do Eterno a Moisés no Sinai, quando a glória de Deus estava para se manifestar, para não deixar que todo o povo subisse ao Sinai, pois a glória foi tão intensa, que muitos poderiam morrer ali, pois não tinham as suas vidas totalmente consagradas ao Eterno.

E disse o Senhor a Moisés: Desce, adverte ao povo que não traspasse o termo para ver o Senhor, para que muitos deles não pereçam.

E também os sacerdotes, que se chegam ao Senhor, se hão de santificar, para que o Senhor não se lance sobre eles.

E disse-lhe o Senhor: Vai, desce; depois subirás tu, e Arão contigo; os sacerdotes, porém, e o povo não traspassem o termo para subir ao Senhor, para que não se lance sobre eles.
Êxodo 19:21-24

Por isso, Ele ordenou que somente os Sacerdotes subissem ao monte. De forma semelhante, Jesus toma os Seus discípulos mais próximos, que Ele tinha a certeza da dedicação e consagração de vida, e apenas eles puderam “subir” ao quarto.

E, entrando em casa, a ninguém deixou entrar, senão a Pedro, e a Tiago, e a João, e ao pai e a mãe da menina.
Lucas 8:51

Maior que Moisés?

…E riam-se dele.
Mateus 9:24

Mateus e Marcos relatam que a multidão ria de Jesus. Em Hebraico, o termo usado foi לָעֲגוּ “laagu”, “eles ridicularizavam”.

Era como se eles dissessem, “quem você pensa que é? Moisés fez essa separação de espaços no Sinai, para os Sacerdotes e o povo comum. Você acha que é maior que Moisés?“.

Jesus prosseguiu com a separação dos espaços, e fez com que todos saíssem, pois a glória que estava para ser manifestada era maior do que a do Sinai, pois ali estava quem era maior que Moisés, maior que a Lei e maior que os Profetas.

Talita Cumi

A glória de Jesus começa a se manisfestar naquele quarto. Somente os que estão preparados continuam presentes. A certo ponto, o Mestre toma a mão da menina, e profere as doces palavras, טלִיתָא קוּמי “Talita cumi”.

E, tomando a mão da menina, disse-lhe: Talita cumi; que, traduzido, é: Menina, a ti te digo, levanta-te.

E logo a menina se levantou, e andava…
Marcos 5:41,42

A palavra “Talita” é uma expressão Aramaica + Hebraica. É uma junção que tem origem no feminino de טלהtalê“, “cordeiro”, e significacordeirinha“.

É um termo carinhoso derivado das línguas Siríaca e Hebraica, significando “cordeirinho“, que era frequentemente aplicado pelos pais, a seus filhos.

Poderíamos (re)traduzir Marcos 5:41 da seguinte forma:

Cordeirinha, levante!

Jesus agia conforme falou o Profeta  Isaías:

Como pastor apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos [טְלָאִים telaim], e os levará no seu regaço; as que amamentam guiará suavemente.
Isaías 40:11

E a “cordeirinha” se levantou, e foi ressuscitada. E todos ficaram pasmados, pois perceberam quem é que estava diante deles. Somente Deus tem o poder de fazer o espírito voltar ao corpo. Somente Deus pode fazer um morto voltar a viver.

…e assombraram-se com grande espanto.
Marcos 5:42

Jesus ressuscitou a filha de Jairo, porque Jesus é o Eterno!

Vinde, e tornemos ao SENHOR
Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele.
Oséias 6:1,2

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

6 Comentários

  1. josiel rocha dos santo disse:

    muito glorioso esse estudo bíblico em hebraico eu achei importante.

  2. Lucidalva sampaio disse:

    Gostei do comentario, aprendi muito.

  3. Mercia disse:

    Bom dia
    Por que nao se relata a mae de Talita kumi, Jairo nao tinha familia ou só teve uma filha e abandonou ?????

    • Israel Silva disse:

      A narrativa é muito curta. Não há nenhuma menção da mãe, nem muito menos que Jairo tenha abandonado a filha. A versão de abandono não tem nenhuma base bíblica, e nem amparo algum dos Evangelhos.