João Batista Israel Silva

RAÇA DE VÍBORAS! FARISEUS E SADUCEUS A GERAÇÃO DE CAIM

RAÇA DE VÍBORAS! FARISEUS E SADUCEUS A GERAÇÃO DE CAIM

“Raça de víboras!” Em Mateus 3:7, João Batista usou um termo que descrevia muito bem o caráter maléfico de parte de sua audiência, quando pregava no deserto da Judeia, realizando batismo nas águas a muitos que vinham ouvir as boas novas do reino de Deus.

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?
Mateus 3:7

Posteriormente, em Mateus 23:33, Jesus também recorre a este tipo de alegoria para se referir aos Fariseus.

Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?
Mateus 23:33

Por esses dois versos, podemos ver que tanto João, quanto Jesus Cristo direcionaram o seu discurso a um grupo específico do povo de Israel, da época do primeiro século. Ambos se dirigem às autoridades religiosas dos Judeus, o grupo dos Fariseus e dos Saduceus.

E o que significa dizer “raça de víboras”? E o que essas autoridades religiosas faziam, ou pregavam, que lhes mereceu a comparação com as serpentes? Esse é o tema do nosso estudo bíblico.

O Que Significa Raça de Víboras?

“Raça de víboras”, era um termo simbólico, conhecido dos Judeus e Rabinos da época, que estava intimamente relacionado com a descendência de Caim – o primeiro assassino (matou seu irmão Abel).

A própria palavra “raça”, nesses versos (Mateus 3:7 e 23:33), no original em Hebraico, é o termo זֶרַע “zêrah” – que significa “descendência“. Vou postar abaixo o texto no original, e continuar a explicação.

mateus 3:7 em hebraico, raça de víboras

Raça de Víboras é זֶרַע צִפְעוֹנִים  Zêra Tsifoním, Descendência da Serpente.


De fato, apesar dos Fariseus e Saduceus terem tomado a liderança religiosa de Israel, eles não correspondiam ao chamado que tinham aceitado. Eles possuíam uma alta posição da hierarquia social, ocupando cargos religiosos de Sacerdotes (Saduceus) e professores da nação (Fariseus).

Eram ricos, muito bem estabelecidos na sociedade. Muitos estavam helenizados, influenciados pela cultura dos Gregos. Mas o pior era a hipocrisia em que viviam. Não satisfeitos com a Lei que Deus tinha dado a Moisés no monte Sinai, inventaram uma outra lei, a chamada “lei oral”, que segundo eles, era passada oralmente, no boca a boca, de pai para filho.

Diversos preceitos que estavam na “lei oral”, simplesmente eram ordens que faziam com que os Israelitas descumprissem a Lei de Deus. Eles consideravam essa tradição dos antigos anciãos mais importante do que a Lei que o Eterno deu ao Seu povo.

Segundo o Judeu Karaíta, Nehemia Gordon, qualquer que desafiasse a palavra dos Rabinos, ou desobedecesse a “lei” oral, era merecedor da pena de morte.

Veja, esses grupos religiosos simplesmente não admitiam opinião contrária a deles. Quem ousasse discordar ou desobedecer a “lei oral” que eles criaram, era marcado para ser morto por eles. João Batista e Jesus sabiam disso. Todos os Judeus sabiam disso.

A Geração da Serpente

É por isso que eles são chamados de “raça de víboras”, que no original corresponde a “descendência da serpente”, a geração de Caim, o assassino. Os Rabinos consideravam que Caim era fruto da interação da conversa ocorrida entre Eva e a Serpente no Jardim do Éden.

Eles consideravam que Caim era filho, descendência da serpente. De fato ele era, mas não no sentido genético, mas no caráter, na espiritualidade, pois matou o próprio irmão, e deu origem a uma descendência de assassinos piores do que ele mesmo.

porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar.
Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete.
Gênesis 4:23,24

Veja como Lameque, a quarta geração de Caim se comportava, no verso acima. E como João Batista e Jesus ousavam não seguir os mandamentos de homens dos Fariseus, e como Jesus passou a expor a hipocrisia de um grupo religioso que inventava coisas absurdas que nem eles mesmos faziam, eles queriam matá-lo!

Como mostrei acima, quem não cumprisse o que eles mandavam, eram candidatos a serem mortos. É o que passava pelas mentes deles – o assassinatoo mesmo caráter de Caim e da geração de Caim, também chamada de “descendência da serpente” – raça de víboras, na nossa versão em Português do livro de Mateus.

Jesus é a Geração de Abel

O João Batista vinha anunciando no Jordão, é que estava para se manisfestar Aquele que era a geração de Abel, no sentido de que Ele seria também assassinado por seu irmão. Os Judeus (aqui eu me refiro à liderança Judaica e não aos Judeus de forma individual, nem a totalidade deles), eram irmãos de Jesus.

Talvez alguns desconheçam, mas Jesus era Judeu, portanto irmão de nação dos Fariseus e Saduceus, os dois grupos que se uniram para prender, torturar e matar o Mestre. Digo isso sem nenhum tipo de ressentimento ou anti-semitismo, pois sei que era necessário acontecer assim, para que nos fosse dado o perdão dos pecados.

Hoje sou grato por isso e amo meus irmãos Judeus, e amo a nação de Israel!

Mas voltando ao estudo bíblico, embora religiosos extremistas, eles não compreenderam o sentido da Lei de Deus, que era o amor ao próximo como a si mesmo. E Jesus, como Abel, foi morto com um inocente, pela semente, a descendência da serpente.

Ele pagou o preço do pecado de todos nós. Mas não ficou por isso não, pois a vitória da serpente e da descendência da serpente (Fariseus e Saduceus) foi momentânea. Ela teve a sua cabeça esmagada na cruz, quando ao terceiro dia, o Senhor dos Senhores ressuscitou dos mortos.

Então o Senhor Deus disse à serpente
E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
Gênesis 3:14,15

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Samuel Santos disse:

    Quem somos, de que raça somos Abel ou Caim? Ótimo estudo.

  2. Onorivaldo disse:

    Muito profundo o estudo e ao mesmo tempo bem simplificado ….obg