Gênesis Israel Silva

OS NEFILINS – ANJOS FIZERAM SEXO COM MULHERES?

OS NEFILINS – ANJOS FIZERAM SEXO COM MULHERES?

Quem são os Nefilins? São seres gigantes, resultado do cruzamento de anjos com mulheres? Quando estudamos no Gênesis sobre os acontecimentos ocorridos em torno do episódio do dilúvio, encontramos algumas passagens que nos parecem bastante problemáticas. No capítulo seis, logo no primeiro verso nós lemos sobre os filhos de Deus e as filhas dos homens.

Esse assunto é controverso no mundo Cristão. Alguns defendem que os filhos de Deus seriam anjos. Há os que dizem que na verdade eles seriam a descendência de Sete. Avançando para o verso quatro, encontramos algo ainda difícil de se entender, a descrição de que havia “gigantes” na terra.

Esse termo “gigantes“, vem do Hebraico “nefilim“, esse termo causou o surgimento de diversas teorias sobre a causa de Deus ter destruído o mundo antigo com as águas do dilúvio. Será que a existência dos Nefilins poderia ser o motivo da ira divina ter se derramado sobre a terra?

OS NEFILINS

O que são os Nefilins? Muito já se escreveu sobre esse assunto em livros, sites da internet, vídeos e documentários que mostram alguns crânios alongados, “datados” de tempos muito antigos, parte de ossos gigantes do fêmur. Há pseudo fotos por toda a rede.

Alguns desses documentários apontam o “problema Nefilim” como a razão para o dilúvio ter ocorrido. Mas será que os Nefilins realmente existiram? A palavra Nefilim vem da raiz Hebraica נְפִיל/נְפִל nephiyl, que está registrada em Gênesis 6:4.

Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.
Gênesis 6:4

Vamos ver esse verso no original Hebraico também:

gênesis 6:4 em hebraico, nefilins

Diversas versões da Bíblia traduzem o termo נְּפִלִיםnefilim“, como “gigantes“. Algumas delas preferem nem traduzir, deixando apenas o termo transliterado.

O interessante dessa palavra é que a sua raiz, נְפִיל/נְפִל nphiyl, é traduzida pelo dicionário Mickelson’s Enhanced Strong’s Greek and Hebrew, 2008, como “tirano ou valentão”. Mas com já vimos, a maioria das traduções bíblicas prefere o termo “gigantes”.

De acordo com um dos mais respeitados dicionários do Hebraico, o Brown-Driver-Briggs Lexicon (BDB), a etimologia da palavra Nefilim é duvidosa, e as interpretações sugeridas são “todas muito precárias”  (p.658). Portanto ninguém saberá o que a palavra Nefilim realmente significa, se olharmos apenas para o dicionário.

Para que agente consiga saber o que significa Nefilins, temos que examinar cuidadosamente passagens relevantes, como as que estão no Gênesis 6 do verso 1 ao 17.

OS FILHOS DE DEUS E AS FILHAS DOS HOMENS

Não há dúvida da dificuldade que existe em alguns aspectos fundamentais desses versos, e essa controvérsia já vem de longo tempo. Provavelmente a expressão בְנֵי־הָאֱלֹהִיםbeney-haelohim“, “os filhos de Deus” (Gênesis 6:2,4), é ainda mais debatida do que o termo Nefilins.

Olhando com atenção para esses versos, vemos que não há nenhuma conexão entre o fato dos “filhos de Deus” terem tido filhos com “as filhas dos homens”, e a existência dos Nefilins. A Bíblia não faz essa conexão, pois o resultado daqueles casamentos foi o nascimento dos “homens de renome”, ou “homens de fama”.

A descrição de que havia “gigantes/nefilins” na terra, aparece isolada, sem nenhuma insinuação de que tenha sido um dos resultados da união entre as “duas gerações” acima citadas. E por que essa falta de conexão é importante para o nosso estudo?

A regra básica da interpretação bíblica diz que a Escritura tem que interpretar a Escritura. Simples assim. Será que a Bíblia retrata algo semelhante a esse caso, em outras passagens?

HOMENS OU FILHOS DE ANJOS?

Interessante o texto de Gênesis 6:6, que nos informa de que o Eterno pesou em Seu coração, por ter feito o homem, quando Ele viu a “maldade do homem“, “a terra estava corrompida“. Em Hebraico é a palavra וַתִּשָּׁחֵתvatishahet“, “foi corrompida“, o verbo está na voz passiva, na forma do Nifal – voz passiva do Qal.

E justamente o motivo da terra ter sido corrompida é logo apresentado:

porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra.
Gênesis 6:12

Veja que toda carne corrompeu o seu “caminho”, que em Hebraico é a palavra דֶּרֶךְdérech” , que significa entre outras coisas “a direção, o curso da vida, a maneira de se comportar, os hábitos”.

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida;
João 14:6

Mesmo com todas essas palavras indicando que foi o homem que havia corrompido a sua forma de viver, escolhendo o caminho da violência e da imoralidade, ainda há teorias que afirmam que:

  • Houve uma hibridização entre demônios com a raça humana, corrompendo o homem fisicamente. Isto teria sido promovido por satanás, para vencer a promessa feita à mulher (Gênesis 3:15), e a descendência que levaria a Cristo.
  • A outra teoria explica que essa passagem se refere a humanos casando com humanos, mas de duas linhagens diferentes, uma linhagem justa de Ste e outra linhagem pecadora, de Caim.

Qual estaria correta? Ou haveria um terceiro viés? Será que o Hebraico pode nos ajudar?

OS FILHOS DE DEUS

A expressão “beney haelohim“, “os filhos de Deus”, aparece em apenas cinco versos, e em apenas dois livros do Antigo Testamento. Dois versos estão no Gênesis 6:2,4; e os outros três estão no livro de Jó, 1:6; 2:1; 38:7.

No livro de Jó, que está totalmente escrito no estilo poético do Hebraico Bíblico, o contexto claramente indica que os “filhos de Deus” devem ser entendidos como seres angelicais, que entram diretamente na presença divina, ou que existiam antes da criação da terra.

Mas será que esse contexto de Jó cabe ser aplicado no livro de Gênesis? Ambos os textos estão lidando com os mesmos fatos?

Embora a expressão “filhos de Deus” não apareça desta forma exata, em mais nenhum outro lugar no Antigo Testamento, nós encontramos frases similares, que carregam o mesmo sentido, como no Salmos 82:6, onde Deus se refere a seres humanos com os seguintes termos:

Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo.
Salmos 82:6

salmos 82:6 em hebraico, elohim, nefilins

O Salmos 82:6 chama os homens de “elohim”, “poderosos”, e “beney elyon”, “filhos de Deus”. אֲ‍נִי־אָמַרְתִּי אֱלֹהִים אַתֶּם וּבְנֵי עֶלְיוֹן כֻּלְּכֶם׃


Novamente, no mesmo Salmos, mas no verso primeiro, vemos a mesma confusão na tradução do termo אֱלֹהִיםElohim“, que nem sempre vai significar “Deus”. Elohim é um título, que pode significar “Deus”, “juízes”, “governantes”, “poderosos”.

Deus está na congregação dos poderosos; julga no meio dos deuses.
Salmos 82:1

salmos 82:1 em hebraico

Neste Salmos, vemos que a palavra Elohim aparece no início e no final do verso, mas com significados diferentes, que geralmente são confundidos pelos tradutores. A forma escrita é a mesma, porém o contexto é quem vai dizer qual o verdadeiro significado.

Temos também os termos “filhos do Deus vivo”, usados em referência a seres humanos (que não são filhos de mulheres com anjos caídos):

…Vós sois filhos do Deus vivo.
Oséias 1:10

oséias 1:10 filhos de deus

Agora veja como o Salmos 89:6 foi traduzido pela versão Ferreira de Almeida:

Pois quem no céu se pode igualar ao Senhor? Quem entre os filhos dos poderosos pode ser semelhante ao Senhor? Salmos 89:6

salmos 89:6 em hebraico

A expressão “filhos dos poderosos“, é em Hebraico בִּבְנֵי אֵלִיםbivney eliym“, similar a de Gênesis “beney haelohim“. Em ambos os versos, poderíamos traduzir como “filhos de Deus”, ou “filhos dos poderosos”. Novamente, a análise do contexto é que deve ser levada em consideração.

No Novo Testamento, os “filhos de Deus”, sempre se referem a seres humanos redimidos, como podemos ver nos textos de Mateus 5:9; Lucas 20:36; Romanos 8:14,19; Gálatas 3:26.

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Mateus 5:9

mateus 5:9 em hebraico, beney elohim, filhos de deus

Jesus disse que os que buscam a paz serão chamados de Beney Elohim, Filhos de Deus. Fonte: Peshitta NT.


TIRANOS OU GIGANTES?

O problema Nefilim  começa quando lemos em Gênesis 6:4 que “havia gigantes na terra naqueles dias“, e tentamos fazer uma conexão com a segunda parte do verso, “e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama“.

Mas o texto não faz essa conexão, nem diz que os Gigantes (Nefilim), casaram com “as filhas dos homens”. Muito provavelmente este texto não segue uma linha cronológica clara. O significado de Nefilim, como já vimos acima, tem tudo a ver com “tiranos“, ou “valentões“.

E os filhos que resultaram da união das “filhas dos homens” com os filhos de “Deus/Poderosos”, são justamente chamados de “valentes/homens de fama”. Isso reforça o sentido de que “beney elohim“, tem que ser lido como “filhos dos poderosos“.

Uma vez que Elohim também significa “juízes”, “governantes”, “poderosos”, como vimos mais acima neste estudo, é por isso que o Targum Neofiti traz em Aramaico essa passagem como:

E os filhos dos governantes viram que as filhas dos filhos do homem eram bonitas em aparência, e eles tomaram esposas para eles, daquelas que eles escolheram. – Targum Neofiti – Gênesis 6:4

E não podemos deixar de citar aqui os significados originais para as palavras, “tomaram [para si mulheres]”; e “[de todas que] escolheram“.

  • Tomaram“, em Hebraico é o termo וַיִּקְחוּvayyiqhu“, que é o verbo לָקַחlaqach” – que significa “tomar”, “tomar posse”, “comprar”, “levar uma pessoa como posse”.
  • Escolheram“, nesse verso é o termo בָּחָרוּbacharu” (o CH sempre tem som de “rr” em Hebraico, lê-se barrarú), que significa “escolher”, e “selecionar”.

E o que todos esses significados, juntamente com o contexto nos indicam é que Nefilim, não deve ser entendido como “gigantes”, pois foge ao contexto desses versos. É um significado estranho ao texto. Nefilins tem que ser entendido conforme a sua mais provável raiz  נְפִיל/נְפִל nphiyl, “tiranos/valentões”.

Eles eram tiranos ou valentões, homens cheios de violência que intimidavam e oprimiam os outros seres humanos (algo de novidade nessa descrição da humanidade?). E eles tomavam (tomavam mesmo, à força), as mulheres que eles mesmos selecionavam.

E o que está ocorrendo aqui? Estavam fazendo algo que Adolf Hitler também tentou fazer durante o tempo da Alemanha Nazista – a seleção “(não)natural” – (não sei se pode ser chamada assim, pois havia interferência humana diretamente envolvida).

Eles selecionavam as mulheres mais “fisicamente apropriadas”, para que uma “raça superior”, mais forte pudesse surgir, e assim pudessem dominar sobre os demais, na semelhança daquilo que os Nazistas tentaram. Esse vírus da “raça superior” vem desde os primórdios do mundo!

E nasceram os “homens de renome/fama/valentes/valentões/tiranos”, da antiguidade. O resultado foi parecido com a Segunda Guerra Mundial – a terra se encheu de violência!  

E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra…e encheu-se a terra de violência. Gênesis 6:5-11

E veja que não há nesse capítulo inteiro, nenhuma citação de seres híbridos, humanos-demoníacos-angelicais. Se foi esse o motivo da destruição de toda a vida na terra pelo dilúvio, se era tão significante assim, por que não foi mencionado nem “uma vezinha” sequer? Hein, hein? Hehehe…

Mas… e sobre Judas 1:6-7 and 2 Pedro 2:4-6?

NEFILINS NO NOVO TESTAMENTO

Os textos que supostamente dão suporte, no Novo Testamento, de que os anjos tiveram relações com mulheres e geraram filhos gigantes, são esses:

E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia;
Judas 1:6

Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;
2 Pedro 2:4

Em ambos os livros o tema desses versos é a rebelião contra Deus. Judas adverte os fiéis da Igreja do primeiro século a continuarem firmes no caminho (lembra que falamos do caminho lá em cima, no início do estudo?).

Judas em nenhum momento afirma que os anjos tomaram mulheres e tiveram filhos com elas, nem que deles nasceram seres híbridos, gigantes, ou coisa assim. Judas fala da rebelião dos anjos ocorrida no mundo celestial, de que a Bíblia nos dá poucas informações.

Agora veja que o texto de Pedro é praticamente o mesmo de Judas, relatando o mesmo evento da rebelião ocorrida nos céus. Mais um capítulo dessa rebelião é também narrado no livro do Apocalipse:

E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; Apocalipse 12:7

A conexão feita por esses versos é a punição daqueles que não obedecem a Deus, e rejeitam o caminho do arrependimento, mostrando a sentença que lhes espera. Não há nenhuma referência a filhos de anjos com mulheres em todo o Novo Testamento.

OS GIGANTES DEPOIS DO DILÚVIO

Houve muitos gigantes depois do dilúvio, como atestam os textos de Números 13:33; Deuteronômio 2:11,20; Deuteronômio 2:21; Deuteronômio 3:11,13; 1 Samuel 17:4; 2 Samuel 21:15-22. Quando os espias dos filhos de Israel retornaram da terra de Canaã, com seus relatos, disseram que viram “gigantes”.

Pode ser que essa visão de “gigantes” fosse uma desculpa para não querer entrar na terra. Mas pode ser que não. De qualquer forma, havia gigantes na terra depois do dilúvio.

Mas não há nenhuma evidência de que eles eram de uma raça geneticamente diferente, ou geneticamente híbrida, nem resultado de casamento de anjos com mulheres. Veja, a Bíblia declara que no dilúvio, toda a carne espirou. Tudo que respirava, todos os homens, animais que não estavam na arca de Noé morreram.

E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, e todo o homem.
Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia em terra seca, morreu.
Gênesis 7:21,22

Mesmo esses gigantes que apareceram depois do dilúvio eram descendentes de Noé e de seus filhos. Toda a humanidade veio deles.

Foi a maldade do homem, a maldade do coração humano que trouxe o dilúvio ao mundo, e não o DNA híbrido de casamento de anjos com mulheres.

Muitos vão citar Golias, um homem de três metros de altura. Outros vão falar de Ogue, o rei de Basã, cuja cama de ferro media quase 4 metros. O fato é que todos eles eram descendentes dos filhos de Noé. Não uma linha sequer que diga que eles eram filhos do Nefilins, meio anjos, meio homens.

Na verdade, como relatou Flávio Josefo, o problema Nefilim é um problema da mitologia grega. Isso é evidenciado quando ele escreveu:

…porque a tradição é, que estes homens fizeram o que lembra os atos daqueles quem os Gregos chamam de gigantes…

Essa noção de que os anjos caídos eram os pais dos antigos gigantes, era constante na opinião dos homens da antiguidade, onde a mitologia e a falta da ciência eram um fator preponderante.

A única fonte que afirma categoricamente que os anjos caídos tiveram filhos com mulheres, é o livro de Enoque, que chega até a dar o número de anjos, e seus nomes. Seriam duzentos sentinelas.

Algo que não encontra nada paralelo nas Escrituras Sagradas. Com um fato tão significante como esse, certamente seria repercutido, falado, e debatido nos demais livros da Bíblia.

Deus destruiu o mundo antigo com as águas do dilúvio por causa da iniquidade do homem. Por causa de um coração duro, violento, egoísta, criminoso, covarde, insensível ao sofrimento alheio. Não foi por causa de DNA híbrido.

A responsabilidade é humana. Por isso pregamos o Evangelho, para converter o coração dos pais aos filhos, para que se arrependam e mudem as suas más ações em boas obras, que Deus preparou para que andássemos por elas.

É do coração, e não do DNA que provém a escolha entre a morte e a vida.

E dizia: O que sai do homem isso contamina o homem.
Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as fornicações, os homicídios,
Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura.
Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem.
Marcos 7:20-23

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. ALEX ROBERTO DA SILVA BORGES disse:

    Gostei muito dos estudos muito obg,vou continuar estudando!