Gênesis Israel Silva

JACÓ LUTA COM O ANJO NO VAU DO RIO JABOQUE

JACÓ LUTA COM O ANJO NO VAU DO RIO JABOQUE

Jacó lutou com o Anjo do Senhor, na região do vau do rio Jaboque. O vau é uma parte onde um rio não é muito profundo, permitindo a travessia de pessoas a pé, e de animais. Deus criou a terra de Israel com uma geografia muito montanhosa, e há vários rios cuja nascente está nas montanhas.

Esses rios vão “cortando” os montes e acabam por criar vales. E esses vales eram usados como caminhos pelas pessoas, para se locomoverem com menor dificuldade. Jacó estava voltando de Arã, onde tinha passado vinte anos, fugindo da ira de seu irmão Esaú.

E agora que tinha resolvido voltar para a terra de seus antepassados, Abraão e Isaque, ele descobre que Esaú ainda não havia esquecido o episódio em que tinha “roubado” a benção de seu irmão mais velho, com a ajuda de sua mãe, Rebeca.

Jacó já havia enviado mensageiros até Esaú com presentes, em uma tentativa de aplacar a sua ira. Mas ele fica sabendo que Esaú vem ao seu encontro com cerca de quatrocentos homens. O Gênesis registra esse momento dramático.

OS DOIS CAMPOS DE JACÓ

o vau do rio jaboque

O Vau do Rio Jaboque, no Vale do Jaboque, atual Jordânia.


Então Jacó temeu muito e angustiou-se; e repartiu o povo que com ele estava, e as ovelhas, e as vacas, e os camelos, em dois bandos.

Porque dizia: Se Esaú vier a um bando e o ferir, o outro bando escapará.
Gênesis 32:7,8

Jacó estava ainda acampado em Maanaim, perto do rio Jaboque, que é um tributário do rio Jordão. Ele estava muito próximo da terra prometida. O Jaboque corta as montanhas da Transjordânia até a cidade de Siquém.

Quando Abraão entrou em Canaã, deve ter seguido o mesmo caminho, descendo do vale do Jaboque, passando no vau, e cruzando o Jordão antes de subir para Siquém. Jacó estava literalmente andando nos passos de seu avô, subindo para a terra de Israel (pela escada de Jacó).

E o Gênesis relata que Jacó dividiu a sua família em dois campos: a casa de Leia, e a casa de Raquel. Ele esperava que se Esaú viesse e atacasse um campo, o outro poderia escapar. E ele observa , “agora me tornei em dois bandos“. Gênesis 32:10

Essa estratégia de se dividir em dois bandos era uma profecia da divisão que haveria no futuro reino de Israel, com Jeroboão e Salomão. As  dez tribos do norte rompem com o reino Davídico. Eles adotam o nome de reino de Israel e Efraim.

As tribos do sul, Judá, Simeão e Benjamin formaram o reino de Judá, que deu origem aos Judeus. Em 721 antes de Cristo, os Assírios atacaram um dos “campos”, e levaram o reino de Israel, as dez tribos do norte, para o exílio. Elas nunca mais voltaram.

O segundo “campo”, o reino de Judá, após um século e meio, em 586 antes de Cristo, foi levada para o exílio babilônico pelo rei Nabucodonosor. Mas após 70 anos eles retornaram para Jerusalém, conforme as profecias dos profetas Jeremias, Ezequiel e Daniel

A ORAÇÃO DE JACÓ

Livra-me, peço-te, da mão de meu irmão, da mão de Esaú; porque eu o temo; porventura não venha, e me fira, e a mãe com os filhos
Gênesis 32:11

Jacó orou ao Senhor, e pediu livramento. Ele ao se dirigir ao Eterno, disse “Deus de meu pai Abraão, Deus de meu pai Isaque” Gênesis 32:9. Jacó estava invocando a Aliança que o Eterno tinha feito com seus pais, porque sabia que o Senhor é um Deus fiel nas Suas promessas.

De forma similar, séculos depois, Moisés iria interceder pelo povo de Israel invocando as três Alianças, se dirigindo ao Eterno como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó. Moisés invocava agora as promessas que o Senhor havia feito aos patriarcas.

Nós também temos uma Aliança com o Eterno, e a invocamos em nossas orações em nome de Jesus Cristo.

Jacó estava em oração. Ele pediu, suplicou àquele a quem podia o livrar da morte. Mas não ficou somente na oração. Como vimos anteriormente, tudo que ele pôde fazer, ele fez. Enviou presentes a Esaú, tentando aplacar a sua ira. Dividiu sua família em duas partes.

Tudo o que tivermos que fazer, em uma situação de dificuldade, temos que fazer. A nossa parte temos que fazer, e pedir ao Eterno que use de misericórdia, para fazer aquilo que nós não somos capazes. Não tomar as devidas providências e orar pedindo ajuda divina é tentar a Deus.

OS PRESENTES DE JACÓ PARA ESAÚ

Então dirás: São de teu servo Jacó, presente que envia a meu senhor, a Esaú; e eis que ele mesmo vem também atrás de nós.
Gênesis 32:18

Diferente do que muitos podem pensar, os presentes que Jacó enviou para Esaú não eram uma forma de “subornar”, ou de comprar o perdão de seu irmão. Ocorre que Jacó roubou a benção de Esaú no passado. Jacó nem precisava ter feito aquilo.

Quando partiu de casa para Arã, Isaque o abençoou com a benção de Abraão.

E Deus Todo-Poderoso te abençoe, e te faça frutificar, e te multiplique, para que sejas uma multidão de povos;

E te dê a bênção de Abraão, a ti e à tua descendência contigo, para que em herança possuas a terra de tuas peregrinações, que Deus deu a Abraão.
Gênesis 28:3,4

Definitivamente ele não precisava ter roubado a benção que pertencia a Esaú. Mas agora, Jacó estava arrependido e estava “devolvendo” aquela benção que tinha lhe custado tão caro. Por causa da benção roubada, ele teve que ir para um exílio que durou vinte anos longe da família.

Jacó estava tentando “indenizar” Esaú, oferecendo um tipo de reparo por “dano moral” da época, cerca de quinhentos animais, não foi pouca coisa.

Mas é assim, quando dizemos que estamos arrependidos temos que mostrar o nosso arrependimento não apenas com palavras, mas também com ações, obras dignas de arrependimento. E muitas vezes temos que indenizar ao próximo pelo dano causado.

No Novo Testamento, Zaqueu o Publicano, quando se arrependeu de seus roubos, ele disse a Jesus que indenizaria a todos que tivesse enganado.

E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.
Lucas 19:8

SOZINHO NO ESCURO

E tomou-os e fê-los passar o ribeiro; e fez passar tudo o que tinha.
Jacó, porém, ficou só…
Gênesis 32:23,24

Jacó enviou toda a sua família, e todas as suas possessões para o outro lado do Jaboque. E ele estava só, quando o sol se pôs. E voltou a estar da forma como quando anos atrás tinha fugido de Esaú para Arã. Naquela ocasião ele também estava sozinho e no escuro da noite.

Ele não tinha posses, apenas seu cajado (o instrumento de um pastor), e o seu manto (simboliza a oração), e durante a noite, Jacó sonhou com uma escada que ligava a terra ao céu, uma visão em que os anjos subiam e desciam pela escada.

Agora, voltando de Arã, ele possuía muitos bens, mas se livrou de todos eles, e novamente ficou com seu cajado e seu manto, com seu chamado, com seu ministério pastoral e com um manto de cobertura, a oração. Jacó se preparava para falar com Deus.

JACÓ LUTA COM O ANJO

e lutou com ele um homem, até que a alva subiu.
Gênesis 32:24

Jacó estava no escuro, isto é, na hora mais difícil, e o Eterno se fez presente. Depois de ter se despojado de tudo, sem possessões materiais, sem luz própria, é o reconhecimento que a luz, a iluminação espiritual vem de Deus.

Diante dessa humilhação, o texto diz um homem lutou com Jacó. Na verdade, pela narrativa, o que mais parece foi que Jacó é quem lutava com esse “homem” desconhecido e misterioso. Alguns dizem que ele era um anjo.

Se for assim, então Jacó lutou com um anjo. Outros dizem que Jacó lutava consigo mesmo, com a sua natureza caída que o perseguia desde a sua mocidade quando ele queria ser igual a Esaú, quando tentou roubar a benção de Esaú, quando se vestiu com as roupas de Esaú – e seu pai Isaque quando perguntou quem era, ele respondeu “eu sou Esaú”.

E não o conheceu, porquanto as suas mãos estavam cabeludas, como as mãos de Esaú seu irmão; e abençoou-o.

E disse: És tu meu filho Esaú mesmo? E ele disse: Eu sou.
Gênesis 27:23,24

Mas Jacó era uma lutador. Ele vinha lutando desde a ventre de sua mãe Rebeca, com o seu irmão. Os seus pais o chamaram de Jacó que em Hebraico é יַעֲקֹב Yaakov, porque ele não desistiu e nasceu segurando no עָקֵב akev, “calcanhar” de Esaú.

Agora ele lutava mais uma vez, porém o seu “oponente” parecia ter algo de especial.

QUEM ERA O ANJO COM QUEM JACÓ LUTOU

No ventre pegou do calcanhar de seu irmão, e na sua força lutou com Deus.
Lutou com o anjo, e prevaleceu; chorou, e lhe suplicou; em Betel o achou
Oséias 12:3,4

A luta de Jacó era por uma benção. O que é benção? No sentido espiritual, é a representação do sentido, do significado de toda uma vida. E é essa a resposta que ele buscava, “qual é o significado da minha vida?”. Por isso ele quis tanto a primogenitura.

Os primogênitos eram os sacerdotes das famílias, eram os responsáveis pelo ministério espiritual do lar. Jacó queria receber o pacto da Aliança de Abraão. Isso era o que mais importava na sua vida, e para alcançar essa benção ele sofreu.

Jacó lutou no ventre da sua mãe pela primogenitura, embora Esaú tenha vencido e nascido primeiro, ele não o deixou ir, mas segurou firmemente pelo calcanhar. Agora um outro “oponente” repetia a cena do seu nascimento.

E disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se não me abençoares.
Gênesis 32:26

Era o renascimento de Jacó, a mesma cena de quando saía do ventre de sua mãe, mas agora o “oponente” mesmo sendo muito maior em força e poder, parece ter se deixado vencer por um homem que embora fisicamente não fosse páreo, porém a sua força vinha da pureza do seu caráter.

Ele queria essa benção, o sacerdócio, a continuidade da semente de Abraão. Me faz lembrar da mulher Cananeia, lutando com Jesus pela cura de sua filha. Ela também não desistiu até conseguir a sua benção.

Então ele disse-lhe: Por essa palavra, vai; o demônio já saiu de tua filha.
Marcos 7:29

Jacó prevaleceu porque reconhecia o verdadeiro valor da benção do Senhor, diferente de Esaú que vendeu a sua primogenitura por um prato de lentilhas. Jacó lutou com Esaú, com seu pai Isaque (vestindo-se de Esaú ), e com seu tio Labão. E prevaleceu contra todos.

Agora a sua fé, a sua sinceridade, o seu quebrantamento, a sua busca pelo divino,  o fazia vencer o próprio Deus. Ele não desistiu, lutou toda a sua vida, e quando teve a chance não deixou que Deus fosse embora, mas se agarrou Nele.

E mesmo quando Deus o “castigou”, deslocando a sua coxa, em meio a uma dor indescritível, Jacó não o deixou:

E vendo este que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele.
Gênesis 32:25

E o que significa ter a “coxa deslocada em uma luta com Deus“?

Muita gente está preparada para receber o bem de Deus, mas a qualquer proximidade do mal, eles logodeixam Deus ir“. A qualquer sinal de desemprego, falência da empresa, problemas no casamento, e “lá se vai Deus. Mas veja o exemplo de Jó, que bem nos ensinou a estarmos preparados.

receberemos o bem de Deus, e não receberíamos o mal?
Jó 2:10

Novamente volta a passagem da mulher Cananeia. Quando Jesus disse que não era lícito jogar a comida dos filhos aos cães, ela não desistiu. Será que qualquer um de nós não ficaria com orgulho ferido e iria embora?

Mas Jesus disse-lhe: Deixa primeiro saciar os filhos; porque não convém tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.

Ela, porém, respondeu, e disse-lhe: Sim, Senhor; mas também os cachorrinhos comem, debaixo da mesa, as migalhas dos filhos.
Marcos 7:27,28

E o Eterno não consegue resistir a esse tipo de coração sincero que “luta” com Ele, que suplica e que se agarra com Deus e não o deixa ir, mesmo em situações de dor, de provação intensa.

E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó.

Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste.
Gênesis 32:27,28

EU SOU O QUE SOU

E Jacó lhe perguntou, e disse: Dá-me, peço-te, a saber o teu nome. E disse: Por que perguntas pelo meu nome? E abençoou-o ali.
Gênesis 32:29

Quando Jacó perguntou pelo nome do “homem misterioso”, Ele respondeu “porque pergunta pelo meu nome?”, ou seja, é uma resposta retórica que quer dizer, “você sabe quem eu sou”. Em outra passagem, uma resposta semelhante a essa revela que o nome do anjo era maravilhoso, Deus forte, conselheiro, príncipe da paz:

E disse Manoá ao anjo do Senhor: Qual é o teu nome…?
E o anjo do Senhor lhe disse: Por que perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso?

…o anjo do Senhor subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher, caíram em terra sobre seus rostos…

E disse Manoá à sua mulher: Certamente morreremos, porquanto temos visto a Deus.
Juízes 13:17-22

O mesmo aconteceu com Moisés quando perguntou o nome do Eterno, que lhe respondeu, “Eu sou o que Sou”. O próprio Jacó entendeu, que teve um encontro com Deus.

E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia: Tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva.
Gênesis 32:30

O Eterno é assim, embora seja invencível, Ele tem um “estranho” prazer em se deixar derrotar por Seus servos, concedendo a eles os seus pedidos, para os que se achegam a Ele com confiança, e que lutam com súplicas, com orações e intercessões.

Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.

E qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?
E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?

Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?
Mateus 7:7-11

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

5 Comentários

  1. Samuel Santos disse:

    Instrutivo e orientador, um bom ensino e conselho aos que querem trilhar pelo caminho da fé, Deus te enriqueça.

  2. Divaldo disse:

    Deus o abençoe pela sapiencia e inspiração, tem contribuido para o meu crescimento espiritual. obrigado

  3. Gabriel disse:

    Deus abençoe. Estudo muito bom.

  4. Luiz Carlos disse:

    o Senhor Deus, continue a te abençoar…tem me enriquecido espiritualmente….