Gênesis Israel Silva

NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS | BERESHIT BARA ELOHIM

NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS | BERESHIT BARA ELOHIM

Bereshit bará Elohim et hashamáyim veet haarets“, “no princípio criou Deus o céu e a terra“. Um dos versículos mais conhecidos e recitados da bíblia. Mesmo aqueles que tem um conhecimento rudimentar do Hebraico são capazes de lembrar destas palavras no original.

E se prestarmos atenção a este primeiro verso do Gênesis em Hebraico, poderemos notar que a criação do mundo foi narrada com apenas sete palavras.

  1. בְּרֵאשִׁית Bereshit – No princípio de;
  2. בָּרָא Bará – Criou,
  3. אֱלֹהִים Elohim – Deus;
  4. אֵת et – Marcador do Objeto definido, portanto não tem tradução;
  5. הַשָּׁמַיִם hashamáyim – Os céus (ou o céu);
  6. וְאֵת veet – E + Marcador do objeto definido, sem tradução;
  7. הָאָרֶץ haárets – A terra.

gênesis 1:1 e mateus 1:1 em hebraico

As aberturas de Gênesis e Mateus em Hebraico com sete palavras – Uma para cada dia da criação.


É uma forma poética de associar uma palavra para cada um dos sete dias da Criação do Mundo. A literatura hebraica ensina que todo o universo está apoiado nessas sete palavras que saíram da boca de Deus, sendo essa ideia repercutida até mesmo nos ensinamentos de Shaul – Paulo.

…sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder…
Hebreus 1:3

Fazendo uma rápida comparação (já, já voltamos ao tema do estudo…hehehe) o Evangelho de Mateus em Hebraico também traz uma estrutura similar, com sete palavras no seu início, em Mateus 1:1:

  1. אלה – Eleh – Estas são;
  2. תולדות – Toldot – As gerações de;
  3. ישוע – Yeshua – Jesus;
  4. בן – Ben – Filho de;
  5. דוד – David – Davi;
  6. בן – Ben – Filho de;
  7. אברהם – Avraham – Abraão.

Mateus parece querer relacionar o nascimento de Jesus com a criação do mundo, algo que reflete uma teologia da época, bem expressada nos Targumim, que são a tradução da Bíblia Hebraica (Antigo Testamento), para o Aramaico.  O povo Judeu depois do exílio na Babilônia, passou a falar o Aramaico como língua das massas.

O povo comum, na sua maioria não entendia mais o Hebraico. Por isso, fizeram diversas traduções, muitas delas interpretadas, e que nos mostram como os textos bíblicos eram entendidos na época de Jesus Cristo.

Uma tradução interessante, sobre o Gênesis 1:1,  é o Targum Neofiti, quando fala:

“Desde o princípio, com sabedoria, [o filho primogênito de Deus] criou Deus e terminou o céu e a terra”. Targum Neofiti – Gênesis 1:1

targum neofiti, gênesis 1:1 em aramaico, מלקדמין בחכמה [בחוכמתא] ברא (ד)יי שכלל [ושכלל] ית שמיא וית ארעא:

O Targum Neofiti reflete a teologia dos Apóstolos, tendo Jesus como o Criador do céu e da terra.


Mas no estudo de hoje, gostaria de falar sobre o verbo בָּרָאbara‘”, “ele criou“, em hebraico. Quais os ensinamentos essa palavra que está na primeira frase da bíblia, pode nos trazer?

Entretanto, para falar desse verbo, primeiro vou ter que abordar o termo בְּרֵאשִׁיתbereshit“, “no princípio”, pois só assim o verbo “bará” vai fazer sentido. Então vem comigo!

O QUE SIGNIFICA BERESHIT?

A maioria absoluta das traduções da bíblia traz “bereshit” como “no princípio“. Mas isso pode esconder o potencial que está por detrás dela, nas camadas mais profundas de seu significado.

Pois veja, בְּרֵאשִׁיתbereshit” quase significa “no princípio“. Na verdade significa “no princípio de…”. Sei que raríssimas vezes essa palavra é traduzida da forma como se encontra no original hebraico, por isso antes de entrar na explicação do verbo bará, vamos ver algumas imagens que mostram que bereshit sim significa “no princípio de…”

Bereshit vem da raiz רֹאשׁrosh” → “primeiro ou cabeça (liderança)”. Dessa mesma raiz vem a palavra רִאשׁוֹןrishon“, que significaprincípio“.

E por qual razão não temos a palavra “rishon“, no início da bíblia então? Bom, ela está lá! (Mas como assim? Não é “bereshit” que lemos no Gênesis 1:1?).

O que aconteceu, é que “rishon” está em uma forma chamada de “Estado de Construção” em hebraico. Essa é a forma como o hebraico dá posse das coisas. Em Português é fácil dar posse, é só usar a preposição “de” + os artigos. Exemplo: A casa de Davi. A cidade do Senhor.

Mas no hebraico essa preposição, usada dessa forma, não existe! Então, para se dar posse, ou pertencimento em hebraico, as vogais das palavras são abreviadas (causando mudança no som das palavras), e algumas sílabas finais das palavras são modificadas.

estado construto em hebraico

As vogais tserê e Kamats viram um shvá no Estado de Construção em Hebraico.


Assim a palavra “rishon“, “princípio” se torna רֵאשִׁיתreshit“, “princípio de…“. Mas…não é bereshit“? Tá faltando a sílaba “be” nessa história!

Então, ninguém fala “em o princípio“. Agente fala “no princípio“; e esse “no” é resultado da contração da preposição “em” + o artigo “o” = “no“.

o artigo definido em hebraico

O artigo definido, O,A,Os,As, em Hebraico.


Acontece o mesmo com o hebraico. Existe a preposição “em” no hebraico, que é a preposição בְּBe“. Há também o artigo definido “o“, que é o artigo hebraico הַHa“. Na contração entre os dois, há a supressão da vogal “e“; e da consoante “H“; restando as letas “B” + “a” = בַּBa” → “No“, em hebraico.

E como vimos que a palavra “reshit” está no Estado de Construção, reduzindo as suas vogais; o mesmo tem que ocorrer com o artigo que vem antes dela. Assim, a contração “Ba” também é reduzida, resultando em “Be“.

as preposições ba,ka,la, em hebraico

De cima para baixo, a primeira preposição – Ba – significa NO, NA, NOS, NAS, em hebraico.


Por isso temos “bereshit“, que é a palavra “barishon” no Estado de Construção, ou seja, dando posse. Por isso que “bereshit ” significa “no princípio de…“, pois o Estado de Construção exige a presença da preposição “de…“, como se estivesse dando posse, ou pertencimento.

Daí vem a pergunta, “no princípio de… quê?

O VERBO BARÁ – CRIOU

A minha ex-professora de Hebraico Bíblico, uma Judia Ortodoxa, sempre que examinávamos o texto do Gênesis 1:1, falava que o verbo בָּרָאbará” era muito especial, pois significava trazer algo à existência, a partir do nada. “É um verbo usado apenas para Deus”, dizia ela.

De fato, “bará” é um verbo que indica uma ação de natureza não humana. Mesmo que seres humanos usem esse verbo, ele não deixa de ser divino, pois sempre vai indicar uma ação sobrenatural, de algo que nunca foi feito antes!

Esse foi o caso com Josué e o povo de Israel, mais especificamente com a tribo de Efraim, quando eles estavam “colonizando” a Terra Prometida, na cadeia de montanhas centrais de Israel. Os Efraimitas reclamavam com Josué que tinha pouco espaço pra eles. Vamos ver o texto?

E disse-lhes Josué: Se tão grande povo és, sobe ao bosque, e ali corta, para ti, lugar na terra dos perizeus e dos refains; pois que as montanhas de Efraim te são tão estreitas.
Josué 17:15

A palavra “bosque” no original hebraico é הַיַּעְרָהhayya’rah“, que significa “floresta“. Agora imagine a tribo de Efraim tendo que cortar uma floresta inteira na montanha e tendo que enfrentar ao mesmo tempo os perizeus e os refains?

Esses povos cananeus já dominavam naquela época a tecnologia para derreter e fazer armas de ferro. Era o final da idade do bronze, e o povo de Israel não dominava o ferro. Eles usavam o bronze, que é um metal mais fraco, mais macio. Os Israelitas não tinham nem a tecnologia para afiar as suas ferramentas de corte.

Já os cananeus possuíam carros de guerra feitos de ferro! Era humanamente impossível que cortassem uma floresta inteira na montanha e lutassem contra os filhos de Cão ao mesmo tempo!

É por isso que Josué usa o termo “corta“, que no original é a verbo “bará“, usado na forma intensiva da construção chamada de Piel, וּבֵרֵאתָuvere’ta“.

josué 17:15 usa o verbo bará em hebraico

Josué usa um verbo que é normalmente usado por Deus.


Então Josué está usando o verbo “bará” para dizer, em uma tradução mais fidedigna, “crie [do nada] (um espaço para vocês)”.

Josué usa um verbodivino“, porque era algo que nunca tinha sido feito antes. Era uma tarefa sobre humana. Ele sabia disso, e é por isso que usou um verbo que normalmente só é usado para Deus. É como se Josué quisesse dizer, “ninguém nunca fez isso, mas vocês podem fazer por que o Eterno está convosco! Façam o milagre acontecer! Usem a vossa fé e o Eterno fará por vocês!

O VERBO BARÁ PARA SAIR DA CRISE

Lindas as palavras de Josué! Elas nos inspiram até hoje. Muitas vezes é preciso ter esse tipo de visão na vida. Há momentos que precisamos ser imaginativos, inventivos, fazer algo que “nunca foi feito antes” na nossa vida! Passamos por problemas, dificuldades, e há momentos que é preciso mudar.

É difícil mudar. Exige começar a partir do nada. Imagine o sofrimento de um trabalhador braçal, vendo a sua profissão sendo substituída por máquinas e computadores! Ele deve se sentir perdido. Como enfrentar essa competitividade desproporcional e desleal que a tecnologia está trazendo ao mundo?

O mesmo aconteceu com os Efraimitas no livro de Josué. E a palavra de Deus, por meio do líder de Israel foi, “Crie a partir do nada“, seja inventivo, reinvente a si mesmo, imagine, sonhe, realize! Você pode, porque o Eterno está contigo!

É por isso que a palavra “bereshit“, “no princípio de...” é usada para descrever a criação do mundo. Para que a pergunta “no princípio de… quê?” fosse feita por nós. O que move o mundo não são as respostas mas as perguntas.

No princípio de…” se desconecta com o restante da frase “criou Deus o céu e a terra“, por que esse criar é a partir do nada. É algo que nunca havia sido feito, pensado ou imaginado antes. Era uma tarefa monumental! E nada havia antes disso, de forma que esse princípio não pode ser descrito, está no campo da eternidade!

É lá nesse “princípio“, onde nada existia, no vazio, que Deus começa a Sua obra maravilhosa da criação! É quando nos esvaziamos de nós mesmos que abrimos igualmente um espaço dentro de nós para o Eterno preencher.

O pobre, do sulco da terra, tira mantimento em abundância;
Provérbios 13:23

Estude o Hebraico Bíblico Conosco!

Sobre o autor | Website

Formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, Novo Testamento, e Estudos do Apocalipse; é Especialista em Estudos da Bíblia, certificado pelo Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

28 Comentários

  1. Higo Bruno disse:

    Parabéns pelo ensino, gostei muito, que tenha mais estudos, vou ficar aguardando!

  2. Dirce Santos disse:

    Hehe! estou muito feliz estes estudos são de uma riqueza tremenda! Glória ao nosso Deus! Obg meu irmão Israel, por seu empenho p nos abençoar. Q o Senhor nosso Deus derrame graça sobre sua vida, família e ministério.

  3. Evaristo Eugenio Xavier disse:

    um estudo riquissimo!

  4. CLÁUDIO disse:

    SHALOM , SOU O CLAUDIO DE BELÉM DO PARÁ BRASIL ,PARABENS PELO ENSINO.

  5. Carlos Alberto Batalha disse:

    O Altíssimo Criador vos abençoe amado Israel. Muito bom mesmo. Quando abro meu e-mail e vejo esse alimento rico e forte; minha alma se alegra.

  6. Alda Maria da Nóbrega disse:

    Parabéns! você não imagina como isso tem transformado minha visão do mundo, da vida….

  7. SANDRA disse:

    amem! QUE DEUS ABENCOE CADA DIA!

  8. Hailton disse:

    são ensinamentos que nos ajudam a compreender a boa agravel vontade do Pai.Gostaria de receber estudos bíblicos sobre família no meu email

  9. Matheus disse:

    Não sou nenhum expert em hebraico, mas no início, na parte onde você explicou o bereshit
    (אֵת et – Marcador do Objeto definido, portanto não tem tradução;)A parte que você disse que não tem tradução, na verdade é alef tav, que significa a primeira letra até a última do alfabeto.
    Ou seja, bereshit bara elohim et
    No princípio Deus criou (da primeira até a última letra)
    Por isso que no princípio era o Verbo, porque somos seres posteriores ao Verbo ou Logos

    • Israel Silva disse:

      Shalom!

      Você está fazendo uma interpretação. Gramaticalmente Et é marcador do objeto definido do verbo e não possui tradução, da mesma forma como a partícula auxiliar para perguntas em Inglês (do e does), também não tem. O idioma Hebraico é diferente do nosso, e nenhum acadêmico vai concordar com você, a não ser na liberdade de interpretação.

  10. Juliano de souza apolinario disse:

    Deus abençoe! Muito bom…queria estudar o hebraico com voce professor israel.

  11. Gilvan disse:

    A paz do Senhor, sou Gilvan de Recife, o estudo muito bom e edificante, um forte abraço!

  12. Leandro disse:

    Deus o Abençoe, Obrigado pelo estudo, DEUS é Contigo.

  13. Valdinei Fernandes disse:

    Deus te abençoe pelos estudos, tem me edificado muito…se possível me envie a as palavras em hebraico do cântico dos serafins em Isaías 6..
    “Santo,Santo,Santo é o Senhor do exércitos toda terra está cheia da sua glória”.
    Atenciosamente

  14. Luiz Fernando disse:

    Boa tarde, Israel.

    Obrigado por compartilhar esses estudos excelentes conosco. Gostaria de saber onde posso conseguir versões em português das traduções em aramaico (“targuns”).

    Obrigado mais uma vez, e que Deus o abençoe.

  15. isaque disse:

    GOSTEI DESSE ESTUDO, OBRIGADO

  16. Francisco disse:

    MAravilhosos

  17. João Paulo Elias disse:

    Muito edificante e riquíssimo em conhecimento , são esses estudos bíblicos parabéns. Estou esperando mais.

  18. Alessandro Oliveira disse:

    Muito forte estes mistérios nas entre linhas da bíblia sagrada

  19. Dorine leila Lima Bertelli Araujo disse:

    Deus é poderoso, ontem hoje e sempre…. estava com uma pergunta….e desde quarta outras surgiram, obrigada por ser hoje um instrumento pra trazer a resposta de Deus.

    • Gilberto Alves Santana disse:

      tem muita gente achando que a palavra Princípio está apenas definindo Começo ou Início de ações Divinas, mas creio que o significado subjetivo desta palavra neste momento, é mais amplo do que se pensa normalmente. Creio que o peso dela e sua contemplação aborda todo o conhecimento de Deus, toda sua Ciência e Compreensão; Todo Potencial e Planejamento da Trindade ajuntado nos Fundamentos da Sabedoria para formar TUDO desde a eternidade anterior que não conseguimos alcançar, a não ser por suposições, hipóteses e imaginações humanas.

    • Gilberto Alves Santana disse:

      muito esclarecedor.

  20. Missionário Gilberto disse:

    A Paz. Sou estudioso da Bíblia e gosto muito de ensinamentos aprofundados nos significados e pesos de interpretação das palavras originais que ampliam a compreensão das mensagens. Estudei Teologia Sistemática nos Estados Unidos por dois anos e meio e consegui editar um livro sobre a Graça e a Benção e quero me corresponder com estudiosos que pensam sobre os temas Biblicos além do óbvio que ouvimos e assistimos nestes últimos tempos de mercadejamento da palavra. Gostei muito deste estudo da palavra. abraços

  21. Ronaldo Martins disse:

    TOP.
    O QUE PODE ENVIAR A RESPEITO DA IDEIA DE JACÓ TER CORTADO AQUELES GALHOS E AS OVELHAS NASCEREM MALHADA E LISTRADAS.